Foi terrível. Já não consegui fazer nada para evitar o carro deles, que atravessou a estrada desgovernado”. É esta a explicação de um dos condutores envolvidos numa colisão, entre dois automóveis, que atingiu dois irmãos, de 16 e 22 anos, e um amigo, de 18, cerca das 10h00 de ontem, na EN224 em Loureiro, Oliveira de Azeméis.

O mais novo dos familiares, Adriano, sofreu ferimentos graves, assim como o amigo João, que estava, ao fecho desta edição, internado com prognóstico reservado. Hugo, irmão de Adriano, escapou com ligeiras mazelas e um outro rapaz saiu ileso do acidente.

De acordo com várias testemunhas, o Toyota no qual viajavam os quatro jovens despistou-se quando se desviou de um jipe que efectuava uma ultrapassagem. “Eles foram obrigados a fugir para a berma. O carro ficou então desgovernado e atravessou-se à minha frente. Já não tive tempo para nada”, explicou o homem ao volante do Mercedes que embateu no Toyota. O condutor do jipe, de marca Audi, que efectuou a ultrapassagem e terá estado na origem do acidente, seguiu viagem, fugindo do local.

” Os jovens estavam presos no carro e não os conseguíamos socorrer”, acrescentou o condutor do Mercedes. Os jovens, residentes em Coimbra e funcionários numa churrasqueira em S. João da Madeira, dirigiam-se para o trabalho. Foram socorridos pelos bombeiros de Oliveira de Azeméis e Estarreja e três equipas médicas do INEM e levados para os Hospitais da Feira e S. João, no Porto.

(Francisco Manuel – Correio da Manhã, 29 de Dezembro de 2012)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *